Costa Rica dicas Panamá road travel

Já imaginou como é para 2 brasileiros cruzar fronteiras com um carro americano?

Nossa vida nômade não é feita só de alegrias, praias paradisíacas, belas paisagens e curtição: Entre uma praia paradisíaca e uma nova curtição, as vezes temos que cruzar uma fronteira!

Dia de Fronteira

Dia de cruzar fronteira é dia de levantar cedo, dirigir algumas horas e ter muita, mas muuuita paciência, boa disposição e um belo sorriso no rosto para enfrentar burocratas mal humorados, que geralmente não estão muito a fim de ajudar. E claro, de ter um lanchinho extra na Maria pra enfrentar toda papelada!
Os procedimentos fronteiriços variam um pouco de país para país, mas basicamente são os mesmos passos.

Fronteira à vista!!!

 

muita paciência e bom humor nessa hora!

 

e a papelada em dia!

 



Começamos com a saída do país onde temos que dar baixa no documento de importação temporária o TVIP (ou Temporary Vehicle Import Permit). Isso mesmo, pra cada país onde entramos com a Maria Gasolina, primeiro temos que ter nossos passaportes carimbados pela Imigração, e depois precisamos fazer a tal importação temporária. Tudo isso é regado a muitas filas, carimbos, seguros e uma tentativa de ganhar uma propina aqui ou acolá!
Em muitos países encontramos os “tramitadores”, uma galera que fica junto a fronteira esperando algum estrangeiro desavisado e que não fale espanhol, “oferecendo” seus préstimos como despachantes, ajudando a realizar os procedimentos fronteiriços. Nunca, nem uma vez usamos tais “serviços”. Sendo que ao se aproximar de uma fronteira, muitos destes “tramitadores” ficam na estrada, usando jalecos nada oficiais tentando parar algum desavisado que pode, inclusive, confundi-los com agentes oficiais. Uma vez, acho que foi saindo de El Salvador, há uns 3 km da fronteira com Honduras, um desses “prestadores de serviço” quase se atirou na frente da Maria Gasolina. Não paramos. O cidadão não satisfeito, pulou na carona de uma motoca e começou a nos perseguir! Dirigindo ao nosso lado e “mandando” a gente parar (o que obviamente, não fizemos)! Poucas vezes eu vi a Caína xingando alguém! Essa foi uma das ocasiões. Ela começou a gritar para o cidadão em espanhol raivoso, e eu tentava acalma-la! Depois do cara ouvir umas boas da Cá ele desistiu… Outra vez, entrando na Guatemala havia um time desses “tramitadores” no meio da rua e eu dizia pra Caína: é melhor eles sairem da frente, por que eu não vou parar! Eles saíram. É sempre bom deixar bem claro que você não tem interesse no serviço e não quer a ajuda, para que eles saim de sua volta e não venham te cobrar nada mais tarde.

taxa de saída da Costa Rica paga

 

Os Documentos

Como já disse, cada fronteira tem seu procedimento. Mas basicamente você precisa passar pela imigração para sair do país, pagar alguma taxa no banco que fica no outro lado da rua ou em um guichê ao lado, depois ir a aduana para cancelar sua Importação Temporária. Algum funcionário vai até o carro e faz uma “inspeção” no veículo, que geralmente é conferir placas e número do chassis (ou VIN number).

Será que alguém pode me atender por aqui???

 

O papo ali tá bom, mas eu só quero meu carimbo!!!

 

Acho que ele tá esperando um carimbo!

 

Finalmente alguém pra me atender!!!

 

Agora acho que vai!!!

 

Quase…

 

Mais um pouquinho…

 

Carimbado!!!!

 

Inspeção Tabajara e lá vamos nós prontos para sair do país! Fôlego que a segunda parte é pior!

 

Pronto! Você já pode ir para a próxima etapa: que consiste em estacionar o carro junto ao prédio da Imigração do próximo país, e mais uma vez, com muita paciência e seu melhor sorriso ir para alguma fila. Do outro lado do balcão, dependendo da boa vontade e ânimo do servidor, ele vai te explicar os próximos passos. Que geralmente são os seguintes:

1) fazer seguro para o veículo. Geralmente tem algum pequeno escritório que vende seguros e faz cópias ( ah! você vai precisar de muitas cópias!!!)

Maria Gasolina estacionada para os trâmites fronteiriços do Panamá



2) seguro feito, você entra na fila da imigração. Se der azar e chegar junto a 1 ou 2 ônibus a fila será bem longa! Ali você vai ter seu passaporte carimbado e vão te pedir cópias: do passaporte, do documento do carro, do seguro, da sua carteira de motorista (no caso a minha CNH brasileira mesmo!)

Seguro e cópias no outro lado da rua!

 

Fila da Imigração no Panamá

 

Paciência e boa vontade!

3) Da imigração passamos a Aduana. Ali mais uma vez você deverá apresentar cópias de tudo! A maioria dos países vai cobrar alguma taxa (mais uma fila de um banco, geralmente no mesmo prédio ou atravessando a rua). Taxa paga, você deverá apresentar o título ou documento de propriedade do veículo, passaporte, seguro , comprovante do pagamento da tal taxa e óbvio: Cópias de tudo isso! Um detalhe importante é prestar atenção se todos os dados do documento estão corretos (número do passaporte, placa do carro, numero do chassis), mais de uma vez tive de pedir para que algum dado fosse corrigido! Pode ser uma enorme dor de cabeça ter algum dado errado no momento de deixar o país! Uma situação engraçada é a cor da Maria! Cada lugar dão uma cor diferente para ela! No documento americano não menciona a cor, em alguns lugares ela foi cinza, noutros marrom, bege ou até dourada! Que cor você daria pra Maria???

Agora é a Aduana

 

Opa! Acho que ningúem me vê aqui!!!

 

Opa! Ela me viu! agora acho que vem aqui me atender!

Acha que tá tudo pronto? Nops!
4) Agora é a vez de revisarem o carro! Quase todas as vezes a pessoa encarregada confere placa e chassis, dá uma olhada dentro do carro e ao ver tudo que carregamos, acaba nos deixando seguir.

5) Para terminar vem a fumigação! (alguns países esse procedimento acontece antes dos 4 primeiros citados!). Mais uma vez tem de se pagar uma taxa que geralmente é em torno de 1 US$, uma vez com o comprovante de pagamento passamos com o carro por um tipo de “lava-jato” que fumiga um veneninho na pobre Maria Gasolina!

Agora só falta a fumigação!

Prontos para seguir Por la Carretera? Ainda não! Geralmente um pouco depois de todo esse processo vai haver uma cancela, ou barreira policial onde você será parado e terá de mostrar passaporte, o documento de importação temporária e/ou a carteira de motorista. Agora sim… Prontos para descobrir novos caminhos nesse novo país!

Ah! No todo esse processo pode levar de 3 a 4 horas. A saída sempre é mais fácil e rápida!

Yeah! Missão cumprida! Depois de 1hora e meia na saída da Costa Rica e 2 na entrada do Panamá

 

Quer ver como tudo começou? Esse é um dos vídeos mais legais que fizemos!! Clica aqui e confere como foi nossa saída da Califórnia!!

    2 Responses

  1. Grande Luciano e Caína!! Tá demais essa trip de vocês, toda sorte do mundo nessas andanças!!!

    Abração Vilson
    PS: encontrei vcs pelo México (Bamba no Coco e Leo)

    1. Beleza Vilson!!!
      Bons tempos passamos na Bamba! Já estamos na Colômbia!
      Que legal que tu lembrou da gente! Muito obrigado e um abração nosso!!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *